Aposentado reforma ponto de ônibus por conta própria

Ponto de ônibus reformado pelo professor Ahmed El Dash

Ponto de ônibus reformado pelo professor Ahmed El Dash

É na Avenida Dr. Luís de Tella, sinalizada por uma placa que quase não se consegue ver o nome, no distrito de Barão Geraldo, que se encontra uma das mais interessantes obras públicas já vistas nas imediações.  Cansado das repetidas depredações de um ponto de ônibus localizado em frente à casa do filho, o professor aposentado Ahmed El Dash ‘adotou’ o ponto de ônibus e fez uma reforma. O professor desembolsou cerca de 1,5 mil reais para instalar um porta-copos, bancada com jornais e revistas, bebedouro, além de renovar a pintura.

Por telefone, El Dash disse que foi chamado de louco quando começou a reforma no ponto de ônibus. “Quando falei que iria construir o ponto assim, fui chamado de louco e me disseram que logo o ponto estaria destruído. Passado seis meses, nada disso ocorreu e as pessoas até deixaram recados no mural do ponto para me agradecer”, afirma o professor, que veio do Egito para Campinas há 38 anos para estudar na Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp e resolveu ficar por aqui e ainda faz um paralelo entre o Brasil e o Egito: “aqui o dinheiro está em primeiro lugar, já lá no Egito isso não acontece. Sempre pensamos primeiro no país, no bem-estar coletivo. Não quer dizer que só porque não ando de ônibus que não posso reformar um ponto para as pessoas utilizarem” relata o aposentado.

Diariamente, ele visita o ponto para pregar no mural a edição do jornal e certificar-se de que há copos disponíveis. Os usuários também colaboram e o revisteiro ganha novas publicações semanalmente. Feliz com a receptividade do projeto, Ahmed fez do ponto de ônibus um local de escambo, onde os usuários poderão trocar produtos. Para isso, o professor instalou uma placa informando que tudo o que estiver no ponto pode ser levado pelas pessoas e que se elas tiverem algo que não serve mais, podem deixar lá.

"Mesa de Troca" instalada pelo professor aposentado

“Mesa de Troca” instalada pelo professor aposentado

O ponto é utilizado, sobretudo, por universitários, pois a Unicamp e a PUC-Campinas ficam a pouca distância. O estudante Felipe Cifarelli mora a dois quarteirões do ponto e é lá que pega ônibus para a faculdade e trabalho. “Nunca tinha visto algo parecido. Esse ponto de ônibus é muito útil. Como o ônibus demora, sempre dá para ler uma revista”, diz Felipe.

O estudante Felipe Cifarelli toma água enquanto aguarda o ônibus

O estudante Felipe Cifarelli toma água enquanto aguarda o ônibus

Além disso, Felipe destaca o bebedouro: “isso aqui é uma maravilha, espero ônibus no ponto e sempre consigo tomar um copo d’água, só tenho a agradecer. Seria ótimo se todos os pontos de ônibus de Campinas fossem ao menos parecido com esse”, diz rapidamente, antes de fazer sinal para o ônibus parar e ir para a aula.

A atitude contrasta com a situação dos pontos de ônibus do restante do município. De acordo com a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas, a EMDEC, são 5.144 pontos na cidade. Desses, apenas 1.764, ou 34%, são cobertos. Outros 716 não tem nenhum tipo de identificação. A previsão é de que até 2017 apenas 40 pontos serão reformados. Para instalar um banco e cobertura, o custo chega a 9 mil reais, cinco vezes mais do que os gastos de El Dash no distrito de Barão Geraldo. Não é preciso ir muito longe para encontrar essa situação. O ponto do outro lado da rua só tem uma placa sinalizadora colada ao poste, sem nenhuma cobertura e lugar para sentar.

Ponto de ônibus do lado oposto ao do que foi reformado por Ahmed El Dash

Ponto de ônibus do lado oposto ao do que foi reformado por Ahmed El Dash

Confira abaixo uma galeria de fotos do ponto de ônibus localizado em Barão Geraldo e um vídeo mostrando os detalhes da reforma feita por Ahmed El Dash:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre Gabriel Luchetti

Estudante de Jornalismo, 20 anos, Campinas - SP.
Esse post foi publicado em Cidadania e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s